As religiões pelo mundo.




































O mapa de cima mostra a distribuição geográfica das religiões.

  • Cristianismo : 2100 milhões  ( inclui Católicos, Protestantes e Ortodoxos)
  • Islã: 1500 milhões
  • Ateus/agnósticos/sem religião: 1100 milhões
  • Hinduísmo: 900 milhões
  • Religiões populares chinesas: 394 milhões
  • Budismo: 376 milhões
  • Religiões tradicionais africanas: 100 milhões
  • Sikhismo: 23 milhões
  • Judaísmo: 14 milhões
  • Espiritismo: 15 milhões
  • Fé Baha’i: 7 milhões
  • Jainismo: 4,2 milhões

O Ateísmo não é uma religião no sentido formal. No entanto, não tem como deixar de fora uma quantidade tão expressiva de pessoas.

Fonte: Blog Shalon - Carmadélio



Manipulados
Do jeito que o diabo a Globo gosta.

Outro post meio grande mas muito bem elaborado. Vale a leitura.

      Dias atrás eu conversava com minha esposa sobre a programação da Rede Globo, do padrão de qualidade, da audiência, do investimento gigantesco em publicidade e das inúmeras repetidoras espalhadas no Brasil e no mundo. Acontece que a Globo, com todo esse poder de penetração na sociedade e dentro de nossas casas, vem introduzindo, silenciosamente, uma cultura de libertinagem, traição, adultério e rompimento com a célula familiar de forma sutil.
      Com o advento do BBB10 a Globo conseguiu o que ela vinha tentando há muito tempo, o beijo gay ao vivo. Em duas cenas do BBB 10 aconteceram dois beijos Gay e quando um deles foi “líder” a produção do programa teve o cuidado de colocar sobre uma estante a foto do beijo, com isso a Globo faz com que seus fiéis telespectadores vejam o beijo gay como algo comum e engraçado, ou seja, aceitável.
Agora, nas novelas globais o beijo gay vai acontecer, induzindo esse comportamento aos jovens e adolescentes, induzindo legisladores a criarem leis que abonem tal comportamento.
      No mesmo BBB 10 uma das participantes declarou-se lésbica e com essa declaração todas as demais mulheres do programa se aproximaram dela sendo protagonizado o selinho lésbico no programa e todos os demais a apoiaram sob o manto sagrado do não preconceito.
      Na novela Viver a Vida o tema principal mostrado de forma engraçada e aceitável é a da traição e do adultério. A Globo leva ao telespectador ao absurdo de torcer para que um irmão traia o outro ficando com sua namorada. A traição nessa novela é a mola mestra da máquina, todos os personagens se traem, e isso é mostrado de forma comum, simples, corriqueiro.
      Mas talvez, a investida mais evidente e absurda esta na novela das 6h, Cama de Gato. A Globo superou todos os limites nessa novela ao colocar como tema uma música do grupo Titãs. Na música, nenhuma linha de sua letra se consegue tirar algo de poético, de aconselhável pra vida ou de apoio. A letra da música faz menção discarada do Inimigo de nossas almas que deseja entrar em nossa casa (coração) e destruir tudo, tirarem tudo do lugar (destruir a célula familiar e nossa fé).
      A música chega ao absurdo de dizer que devemos voltar à mesma prisão, a mesma vida de morte que vivíamos.
      Amados amigos, fica o alerta, às vezes nem nos damos conta do real propósito de uma novela, de um programa, de uma música, e como Jesus esta às portas, as coisas do mal estão cada vez mais evidentes e claras. Até os incrédulos estão percebendo que algo esta errado. Aproveito para trazer ao conhecimento a letra dessa música, cuidadosamente escolhida pela Globo para servir de tema da dita novela; música de abertura da novela.

"Vamos deixar que entrem Que invadam o seu lar
Pedir que quebrem Que acabem com seu bem-estar
Vamos pedir que quebrem O que eu construi pra mim
Que joguem lixo Que destruam o meu jardim

Eu quero o mesmo inferno A mesma cela de prisão – a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação – a falta de futuro

Vamos deixar que entrem Que invadam o meu quintal
Que sujem a casa E rasguem as roupas no varal
Vamos pedir que quebrem Sua sala de jantar
Que quebrem os móveis E queimem tudo o que restar

Eu quero o mesmo inferno A mesma cela de prisão – a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação – a falta de futuro
Eu quero o mesmo inferno A mesma cela de prisão – a falta de futuro O mesmo desespero

Vamos deixar que entrem Como uma interrogação
Até os inocentes Aqui já não tem perdão
Vamos pedir que quebrem Destruir qualquer certeza
Até o que é mesmo belo Aqui já não tem beleza

Vamos deixar que entrem E fiquem com o que você tem
Até o que é de todos Já não é de ninguém
Pedir que quebrem Mendigar pelas esquinas
Até o que é novo Já esta em ruinas

Vamos deixar que entrem Nada é como você pensa
Pedir que sentem Aos que entraram sem licença
Pedir que quebrem Que derrubem o meu muro
Atrás de tantas cercas Quem é que pode estar seguro?

Eu quero o mesmo inferno A mesma cela de prisão – a falta de futuro
Eu quero a mesma humilhação – a falta de futuro
Eu quero o mesmo inferno A mesma cela de prisão – a falta de futuro O mesmo desespero "


      Imaginem tudo isso entrando em sua casa… Quando você liga sua televisão, você abre uma janela para entrar em sua casa coisas boas ou ruins – isso é uma questão de escolha. Imaginem nossas crianças cantando isso? Trazendo isso pra dentro do coração e da alma delas? Imaginem você cantando isso? Tente imaginar de onde o compositor dessa “pérola” tirou inspiração para compôr tamanha afronta? Ai pergunto, pode porventura vir alguma coisa boa da Rede Globo?
      Pensem nisso, anunciem isso, façam conhecer, livre malguns dessa humilhação, dessa opressão, dessa falta de futuro, dessa cela de prisão.
      Se você ama a sua família comente isso com os seus filhos e não deixe os seus amigos de fora. Esta situação não pode continuar.

Fonte: Texto de Sergio Moura em Católicos do Brasil



Anos 90

O post é meio grande mas vale a pena ler.


• Não existia Orkut
• Garotos de 13 anos usavam roupas remendadas pela mãe
• Mc Donalds custava R$ 4,50
• Biscoito Fofy existia
• Meninas de 11 anos brincavam de boneca
• Meninos de 13 anos assistiam Cavaleiros do Zodiaco e Dragon Ball Z
• Existia Chiquititas e não Rebeldes
• Plutão ainda era um Planeta
• Festas de 15 anos não eram eventos/shows
• Iamos em "Sons" e não em "Rocks"
• As músicas tinham coreografias
• Tênis de luzinha era essencial
• Kinder Ovo era 1 real
• Pessoas REALMENTE se conheciam e não por Orkut
• Maquiagem era coisa de gente grande
• Fotos não eram tiradas para serem colocadas no orkut e sim para recordarem um momento
• Pra saber da vida de alguem só lendo os questionarios que faziamos
• Crianças tinham Tamagotchi e não Celular
• Se mandava cartinhas pra dizer que amava e nao scraps no Orkut
• Merthiolate ardia
• Comprava varios biscoitos da Elma Chips só pra pegar o Tazo
• Dava prazer de ficar em casa aos domingos só pra ver TV

      Uma infinidade de coisas. Tudo era melhor na minha opinião.
      Claro que: O pessoal da década de 80 dizia que a TV era a melhor sem a violência, preto e branco… 70 diz que brincar na rua foi a melhor fase, não tinha TV e essas procarias… 60 já vem falando que a hora de brincar era a melhor pq não tinha muito tempo então aproveitavam muito. 50 trabalhava e não brincava, então valorizava tudo que tinha. 40, 30, 20, 10, 0, -10 e sempre vão dizer que a sua foi a melhor… Mas me baseio em fatos para fazer a afirmação que estamos em tempos decadentes.
      Os tempos mudaram muito. Para pior, na minha opinião. Hoje em dia eu ando na rua e é difícil ver crianças brincando. Apesar de que na minha rua mesmo, sempre tem a mesma turma jogando bola, mas não são crianças. Nada mais de pega-pega, esconde-esconde, tacobol, pique bandeira, etc… Raramente agora eu vejo isso. Tem criança demais na frente do computador no orkut ou vendo sacanagem. Crianças demais ao celular falando besteira com falsos amigos. Eu também nunca mais vi uma briga. Quando eu era moleque ficava ralado, machucado, sujo, suado, era ótimo. Sentia-me realmente vivo. Hoje, temos crianças de 12 a 14 anos com depressão. DEPRESSÃO, meu Deus! Guriazinha muito danada da vida por que perdeu o namorado, quer se matar. Quando eu era moleque, queria ficar mais velho para ser maior e mais alto para vencer meu irmão. Hoje, uma guria quer ser adulta para poder transar. Aliais, nem precisam crescer para fazer isso.
      Quando era moleque, havia um acervo excelente de programas de televisão. Dragon Ball, Dragon Ball Z, Cavaleiros do Zodíaco, Yuyu-Hakusho, Shurato, Street Fighter, Digimon 1,2,3 e 4, Doug, Pernalonga e Patolino, Pica-Pau, Chaves, Laboratório de Dexter, Meninas Super Poderosas, Johny Bravo, Eu sou o máximo, Simpsons, Futurama, Flinstones, Jetsons, Zé-Colmeia, Walligator, Mickey, Pateta, Donald, Homem-Aranha, X-Men, Quarteto Fantástico, Superman – Animeted Series, Batman – Animated Series, entre outros desenhos e séries lendárias. Dos anos 90 até o início do novo milenio, tinhamos coisas boas para assistir. Dragon Ball e os outros animes era super violentos e nós adoravamos. Nem por isso viramos bandidos. Era séries que tinham violência, mas transmitiam valores e virtudes que muitos pais atualmente são inertes para ensinar. Hoje temos porcarias como Billy e Mandy, Ben 10, Chowder, Flapjack, High School Musical, Crepusculo, Harry Potter, Jonas Brothers, Big Brother, Idolos, entre outras fezes.
      Antigamente, meninos eram meninos, jovens eram jovens, adultos eram adultos. Enquanto eu tremia jogando Castlevania no Super Nintendo, a nova geração joga Resident Evil rindo. Aliais, enquanto eu tremia vendo Brinquedo Assassino, o moleque assisti Jogos Mortais rindo. A inocência se foi. Enquanto meu Super-Nintendo e meu Nintendo 64 estão em pleno funcionamente até hoje ou seja mais de 20 de Super-Nintendo e 15 anos de Nintendo 64, meu sobrinho já detonou uns 25 DVDs de PS2, sendo que tenho um conhecido já detonou seu X-Box 360 em 6 meses de uso. Falando nisso, tenho centenas de DVDs que não prestam mais. Todos arranhados. Que eu me lembro, ainda tenho uns VHS que funcionam.
      Como eu sempre digo, toda evolução sem propósito é um retrocesso. Ou será que esses empresários acham que como a sociedade tem mais dinheiro do que antes, então eles devem produzir produtos de baixa qualidade para que os consumidores tenham que sempre comprar novamente?
Chegará um momento em que um guri de 6 anos terá que formatar seu video-game, sua bicicleta, seu sapato e sua mochila. Um dia desses vi uma notícia de uma menina de 6 anos que engravidou. Bem…
      Já chega. A mensagem já foi dada. Pelo menos eu, pelo menos eu juro que meu filho terá pelo uma infância parecida com a minha.

E pra finalizar assista o video abaixo:



Extraido e adaptado de: Big Nada



 

1 Milhão de Bíblias

      A Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), em conjunto com a Comissão para a Missão Continental no Brasil, lançou, no sábado, 06, em Teresina (PI), a campanha nacional chamada: Projeto 1 milhão de Bíblias, cujo tema é "Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo" (Mt 28,19) e o lema "Discípulo e servidores da Palavra de Deus".
      Conforme a CNBB, o objetivo da campanha é levar a palavra de Deus a todos os brasileiros sem condições econômicas para comprar uma Bíblia e outros materiais educativos de evangelização. Contudo, antes da distribuição de Bíblias às paróquias do país, haverá uma primeira fase que consistirá na apresentação de um projeto de evangelização por parte das dioceses e arquidiocese à CNBB. Se o projeto for aprovado por uma comissão de análise, aí sim as Bíblias serão repassadas gratuitamente a todos.
      Um dos participantes do projeto, o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária da CNBB e secretário executivo do Conselho Missionário Nacional (Comina), Padre Altevir Silva, destaca que a impressão das Bíblias foi fruto de doações. O religioso explica que não apenas a Bíblia sagrada será distribuída pela campanha. Conforme o Padre, será feito um kit contendo também uma bíblia infantil; um pequeno catecismo chamado "Eu Creio" e um livreto sobre a iniciação à leitura da Bíblia.

Fonte: CNBB 







Tirinhas #003


* Clique na imagem para ampliar...








O falcão, o morcego e o zangão.


      Se você colocar um falcão em um cercado com um metro quadrado e inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de sua habilidade para o vôo, será um prisioneiro. A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida nessa pequena cadeia sem teto.
      O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado; se for colocado em um piso completamente plano, tudo que ele conseguirá fazer é andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar. Um zangão, se cair em um pote aberto, ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto; por isso, persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente, de tanto atirar-se contra o fundo do vidro.
      Há pessoas como o falcão, o morcego e o zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está logo acima.
      Se você está como um zangão, um morcego ou um falcão, cercado de problemas por todos os lados, olhe para cima! Deus é a solução de todos os problemas. Creia em Jesus e no poder redentor da Cruz. O Senhor morreu para que você tenha vida abundante. Nunca duvide disso.
      Olhe para o alto, busque a Deus. Dobre seus joelhos e derrame seu coração aos pés da cruz. Deus nunca deixa de responder àqueles que vão até Ele.








Ano Internacional da Juventude

      A ONU determinou este ano o Ano Internacional da Juventude. Não é interessante? Sem uma maior atenção à vida dos jovens e valorização dos próprios jovens consigo mesmo não há sociedade – nem Igreja! – que cresça.
      O tema deste Ano Internacional é ‘Diálogo e entendimento mútuo’ e o objetivo é estimular a unidade das gerações em vista da defesa de grandes ideais como: paz, direitos humanos, liberdade, solidariedade. Segundo a ONU, há uma grande intenção de motivar os jovens para o progresso mundial no combate da pobreza extrema, da fome, da mortalidade materna e infantil, da falta de acesso à educação e à saúde.
“Vários eventos internacionais devem acontecer em agosto, incluindo o 5º Congresso Mundial da Juventude em Istambul, uma conferência global no México e os Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura.” (http://www.onu-brasil.org.br/)
      Vamos divulgar esta boa notícia e aproveitar da ocasião para incrementar nossa opção pela juventude, provocar mais diálogo no meio dos jovens, melhorar as relações afetivas com eles, promover o Setor Juventude, apoiar a Campanha Nacional contra a violência e o extermínio de jovens, etc. Eles necessitam perceber que os amamos de fato e que a Igreja – como mãe – está pronta para um melhor entendimento mútuo em vista dos valores humanos, fortalecimento das comunidades, melhoria da sociedade.
      Potencializemos o trabalho junto aos jovens, estabeleçamos laços de amizade e sejamos criativos na evangelização junto a eles. Pode ter a certeza de que o ganho será para todos! Usemos dos meios de comunicação e das diversas oportunidades para a divulgação desta oportuna decisão da ONU.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Search

Carregando...

DEIXE SEU RECADO

Seguidores

Bíblia

:::: Recomendo ::::

Marcadores

Estatisticas: